CRAS Santa Efigênia promove palestra sobre a luta contra a LGBTfobia

Design sem nome - 2024-05-22T161936.087

Na terça-feira, 21/5, o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Santa Efigênia recebeu Edison Henrique Xavier, membro do Conselho Municipal dos Direitos da População LGBT+, para uma palestra. O evento foi realizado para comemorar o Dia Mundial da Luta contra a LGBTfobia, celebrado no dia 17 de maio, e contou com a participação ativa das usuárias do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos.

Durante a apresentação, foi destacado a relevância da data e a importância de combater todas as formas de discriminação e violência contra pessoas LGBT+. Ele compartilhou a história de vida da população LGBT+, ressaltando as lutas e conquistas ao longo dos anos.

Além disso, Edison falou do papel do Conselho Municipal dos Direitos da População LGBT+ na defesa e promoção dos direitos fundamentais dessa comunidade. Ele explicou como o Conselho atua para garantir que os direitos da população LGBT+ sejam respeitados e promovidos em diversas esferas da sociedade, desde a educação até o acesso a serviços de saúde e assistência social.

O momento foi enriquecedor para todos os presentes, proporcionando um espaço de aprendizado e reflexão. As usuárias puderam compreender melhor a importância da inclusão e do respeito às diversidades, além de conhecerem um pouco mais sobre políticas públicas e os mecanismos de apoio disponíveis para a população LGBT+.

Para encerrar o evento, Edison Henrique Xavier surpreendeu as participantes com um sorteio de um kit especial, que trouxe ainda mais alegria e engajamento ao encontro. Esse gesto simbolizou a generosidade e o compromisso com a causa LGBT+, fortalecendo o vínculo entre o CRAS e a comunidade atendida.

A palestra foi um importante na sensibilização e conscientização das usuárias do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, contribuindo para a construção de uma sociedade mais justa e inclusiva. O CRAS Santa Efigênia reafirma seu compromisso com a promoção dos direitos humanos e com a luta contra todas as formas de preconceito e discriminação.

Notícias anteriores

Notícias anteriores a setembro/2023.

Pular para o conteúdo